O que faz uma assessoria de imprensa?

Bem-vindo ao Blog da Comunicare

Criamos este espaço para falar de Comunicação de maneira direta e simples.

Trataremos principalmente de dúvidas que encontramos em nosso dia-a-dia, em conversas com empresas, jornalistas, empreendedores e profissionais de comunicação e marketing.

Serão temas dos mais simples aos mais complexos, buscando responder várias questões sobre o nosso meio.

O blog será escritos por nós da Comunicare, mas também teremos sempre colaborações externas – assim a visão fica mais completa.

Por falar em dúvidas, se tiver alguma sobre assessoria de imprensa, produção de conteúdo, estratégias de comunicação, relacionamento com imprensa, ou outro assunto relacionado à Comunicação em geral, mande para nós.

Teremos prazer em responder.

E começamos com uma pergunta que pode parecer simples, mas é recorrente:

“O que faz uma assessoria de imprensa?”

Para nós, a melhor resposta é “Proporciona um relacionamento profissional entre o cliente e a imprensa”.

Ou seja, a assessoria de imprensa é responsável por fazer com que o conteúdo da sua empresa chegue às mãos dos jornalistas com a mensagem correta, em qualquer situação.

Seja propondo um tema para uma matéria (sugestão de pauta), divulgando informações para os veículos que trabalham aquele assunto, respondendo demandas ou agendando uma entrevista – nesse caso, mesmo que o cliente fale direto com o jornalista, a assessoria o ajudará a saber o que esse entrevistador precisa e a apurar e organizar essas informações.

Em todos esses casos, a missão é a mesma – fazer com que a informação ou versão da empresa chegue ao jornalista da maneira correta e adequada.

De maneira resumida, o que a Assessoria de Imprensa pode e deve fazer?

    • Apurar o que uma empresa tem de relevante para a imprensa
    • Fazer com que empresa e jornalista interajam profissionalmente
    • Dimensionar o potencial de divulgação de cada projeto ou acontecimento
    • Elaborar materiais jornalísticos de qualidade
    • Construir mailings precisos e assim enviar a informação pertinente ao jornalista correto
    • Divulgar novidades, projetos e informações
    • Agendar entrevistas e preparar os entrevistados
    • Identificar e treinar os melhores porta-vozes
    • Garantir que a empresa seja ouvida quando houver questionamentos

Isso é só o começo, destrincharemos mais nos próximos posts.

E o que não deve (ou deveria) fazer?

  •  Prometer matérias, uma vez que a palavra final é sempre do jornalista
  • Divulgar sem critério, seja de conteúdo ou de alvo
  • Trabalhar informações falsas ou imprecisas
  • Envolver-se com a área comercial das publicações – isso é para os publicitários

E outras coisas mais que acabam por atrapalhar o dia a dia com clientes e redações.

Volte mais vezes, teremos sempre novidades!

Um abraço!

Comunicare

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *